EsquemaVirus.gifVírus são estruturas constituidas de cápsulas protéicas (capsídeos) que envolvem ácidos nucléicos. Estes podem ser RNA ou DNA. . Existe uma discussão se são seres vivos ou não. Por um lado, pode-se dizer que são, pois dentro de um organismo hospedeiro alimentam-se e têm a capacidade de se reproduzir. Mas, pode-se dizer que não são, porque fora de um organismo hospedeiro podem sobreviver por tempo indefinido, sem qualquer alimentação ou reprodução.

Comumente, classifica-se ser vivo como todo aquele que é constituído de célula(s). O vírus, contudo, não é formado por células, mas por proteínas e ácidos nucléicos. Vê-se, portanto, que tal classificação é incerta, dada a incerteza de ser o vírus um ser vivo ou não.

Os vírus são considerados parasitas intracelulares pelo fato de que só conseguem se reproduzir no interior de células de outros seres. Quando estão fora de sua célula hospedeira, são inertes. Porém, no interior do hospedeiro, o vírus pode chegar a originar centenas de vírus idênticos.

O fato de os vírus serem parasitas intracelulares obrigatórios ou seja de precisarem se utilizar dos mecanismos celulares nos faz pensar que evoluiram a partir de uma estrutura celular. Seriam descendentes de seres vivos.

Devido ao fato de eles serem seres acelulares, os vírus não pertencem a nenhum dos reinos que dividem os seres vivos ( Monera, Protoctista, Fungi, Plantae e Animalia), o que faz dos argumentos de que eles não são seres vivos sejam cada vez mais fortes.