Simetria é uma característica que os animais apresentam ou não (Caso assimétricos) onde uma estrutura, quando cortada real ou imaginariamente por um plano que passe por seu centro, origina duas metades equivalentes.
  • Simetria esférica: É o exemplo da bola onde qualquer plano que passe pelo centro divide-a em metades simétricas. A simetria esférica é ausente nos animais.
  • Simetria radial: É o caso de uma maçã onde as metades simétricas são obtidas apenas por planos de corte longitudinais. A simetria radial é presente em poucas Esponjas, em Cnidários e nas fases adultas dos Equinodermos. Estes animais não têm cabeça nem cauda, não têm dorso e ventre tampouco lado direito e esquerdo. Seu eixo corporal vai da região oral à região oposta, chamada de região aboral. Geralmente são sésseis.
  • Simetria bilateral: É o caso dos humanos. Existe um único plano que divide o objeto em metades simétricas. No Caso dos seres humanos o plano de simetria possível é plano longitudinal. Presente em todos os animais com excessão dos Poríferos, Cnidários, e Equinodermes adultos. Os animais com essa simetria tem região anterior e posterior, lado esquerdo e direito e região ventral e dorsal. Por estar associada à movimentação ativa e direcionada é característica de animais que nadam, cavam, rastejam, voam ou andam ativamente.





sime234.jpg
Imagem retirada do Livro Biologia dos Organismos Volume 2 onde é mostrado as diferentes simetrias.