LUCA (Last Universal Common Ancestor ou o Último Ancestral Comum Universal) é considerado o primeiro ser vivo.
Há duas hipóteses sobre como LUCA vivia:
A primeira hipótese é que ele era um ser autotrófico, capaz de sintetizar biomoléculas (formar moléculas orgânicas) a partir de moléculas inorgânicas + energia (quimiossintetizante). É a teoria mais aceita atualmente pois, de acordo com cientistas, não havia alimento suficiente no planeta para sustentar seres heterotróficos.
A outra hipótese é que LUCA era um ser heterotrófico, absorvia moléculas orgânicas dispersas no meio e seu mecanismo principal era a fermentação. Essa idéia era a mais aceita até alguns anos atrás, pois diziam que os primeiros seres vivos não eram complexos o suficiente para serem autótrofos. O argumento desfavoravel à essa teoria é que após algum tempo a fonte de alimento teria se tornado escassa.