Ocorre quando desastres ecologógicos diminuem tanto o tamanho de uma população que os sobreviventes não constituem uma amsotra representativa da população original, do ponto de vista genético. Assim certos alelos podem ter sua frequência subtamente alterada.